Redação em 7 Lições

Aprenda de modo fácil e descomplicado a escrever excelentes textos dissertativos para concursos públicos, vestibulares e provas do Enem. 

Com este curso, você aprende!



DICA DE PORTUGUÊS


Não me importo que o Palmeiras perca.

Fonte: Redação Mundo Texto


Fazem-se três construções com o verbo importar-se, sempre pronominal no sentido de ter importância ou interesse:


1. quando o sujeito for uma oração introduzida pela conjunção integrante que, o verbo importar deve estar no subjuntivo (exclusivamente para casos como o da presente dica). Exemplos:

Não me importa que você discorde.
Não me importa que o partido perca.


2. quando o sujeito não for uma oração, usa-se somente importa, sem a conjunção que:

Não me importa a derrota da Argentina.


3. se ao verbo seguir a preposição com, emprega-se importo, forma do presente do indicativo. Exemplos:

Não me importo com tuas lamúrias.
Não me importo com frescuras.


Exemplos em outros tempos verbais:

Não me importará que ele vença a competição.
Não me importaria que Márcia dissesse a verdade.
Naquela época, não me importava que a economia fosse mal.
Não me importaram os elogios baratos.
Não me importou a vitória inglesa.
Não me importarei com divertimentos banais.
Não me importava com coisa alguma.


Depois da correção, eis a frase desta seção de dica de português:


Não me importa que o Palmeiras perca.



Voltar ao Índice


Próxima Dica de Português