Redação em 7 Lições

Aprenda de modo fácil e descomplicado a escrever excelentes textos dissertativos para concursos públicos, vestibulares e provas do Enem. 

Com este curso, você aprende!



Redação Dissertativa


UM MURO DENTRO DE NÓS

Fonte: Zero Hora


Historicamente, em todos os tempos e em todos os lugares da Terra, o homem sempre ergueu muros e barreiras. Por várias e diferentes razões. Dentre os muros mais famosos, dois são mundialmente conhecidos. A Muralha da China e o Muro de Berlim.

A Muralha da China (8.850 quilômetros) foi erguida ao longo de séculos por várias dinastias chinesas. Basicamente, sua função era a contenção das periódicas invasões dos povos do Norte. Hoje é a principal atração turística chinesa.

Já o Muro de Berlim, todos bem sabem sua origem e suas razões político-ideológicas. Especial e simbolicamente, com sua queda crescera a esperança de um mundo sem barreiras, de livre circulação das pessoas, das ideias e de mercadorias. Enfim, o sonho de um mundo sem fronteiras!

Infelizmente, isso não aconteceu globalmente. 'Renovam-se' os velhos e crescem os novos muros. E as motivações, justificações e explicações são variadas.

Diferenças abissais entre ricos e pobres, desemprego, intolerância religiosa, racismo e xenofobia, principalmente. E as leis, quotas, polícias, serviços de estrangeiros e outros entraves legais são os pretextos úteis e necessários.

Os novos e altíssimos muros reais e virtuais que se espalham pelo mundo querem impedir o acesso aos países ricos de pessoas vindas do mundo pobre. Latino-americanos, asiáticos e africanos são os principais e indesejados visitantes.

Nos Estados Unidos, centenas de quilômetros de um muro gigante separam mexicanos de norte-americanos. Há muros na Califórnia, no Arizona, no Novo México e no Texas. 'Segurança contra a imigração ilegal', dizem!

Árabes também constroem muros. A Arábia Saudita construiu o seu na fronteira com o Iêmen. E constrói outro na divisa com o Iraque. E não descarta outros muros em relação aos demais vizinhos.

O Marrocos levantou um no Saara contra a Frente Polisário, um movimento político revolucionário que luta pela separação do Saara Ocidental, sob domínio marroquino.

Impossível esquecer os muros e cercas que separam as Coreias do Sul e do Norte. Também no Chipre há um muro que divide as comunidades grega e turca da ilha. A Turquia não abre mão de um terço da ilha!

No Oriente Médio, ampliam-se a tensão e a distância entre judeus e palestinos. A motivação mais recente são os muros nos territórios ocupados da Palestina. Os muros da ocupação e do apartheid!

Mas nós nem podemos criticar os outros povos. O que são nossas favelas? Nossos muros e cercas elétricas e eletrônicas? Nossos cães ferozes e guardas armados? O que é a ostensividade dos novos e ricos condomínios? Temos o nosso próprio apartheid!

Lenta e paulatinamente, os muros reais 'concretizam' outro muro no coração das pessoas e dos povos. Tijolo a tijolo imaginário, fortalece-se o muro da indiferença, da discórdia e da violência.

Fim

Voltar ao Índice

Redação dissertativa 209: Tema: ideologia.Tópicos: muro, muros reais e virtuais, contenção das periódicas invasões dos povos.