REDAÇÃO DISSERTATIVA PRONTA, VESTIBULAR UFG, TEMA PARA REDAÇÃO, REDAÇÃO PRONTA SOBRE CONTA DA LUZ, REDAÇÃO PRONTA SOBRE INFLAÇÃO, REDAÇÃO PRONTA SOBRE ECONOMIA



A PERIGOSA CONTA DA LUZ PODE EXPLODIR


O governo federal anunciou ontem aporte de R$ 4 bilhões às distribuidoras de energia para conter o crescente prejuízo com a geração de luz via usinas termelétricas. Além disso, garantiu outros R$ 8 bilhões em financiamentos na Câmara de Comercialização, responsável pela realização de leilões de curto prazo. É prematuro afirmar se as medidas estancarão a crise no setor energético. Certo que há uma bomba de poder devastador a ponto de explodir. O que intriga os brasileiros é se a equipe econômica trabalha para apagar o rastilho de pólvora ou se apenas esticou a corda da fagulha, ganhando mais tempo.

O cenário de hoje é muito diferente do de setembro de 2012. Na ocasião, este espaço elogiava a iniciativa da presidência da república — que foi à televisão para bater bumbo e se promover — de baratear a conta de luz. A desoneração por renúncia de impostos permitiria, para o início do ano passado, reduções da ordem de 16% para consumidores residenciais e de 28% para indústrias. “No médio prazo, a suspensão dos encargos no cálculo do custo da energia pode até ter impacto considerável na inflação, ajudando a domá-la”, escrevera o editorial.

Um ano e meio depois, o fantasma dos apagões volta a assombrar o país, e o aumento drástico da conta de luz é impedido a fórceps. Contribuíram para compor este quadro o fracasso do leilão de energia realizado em dezembro, o que obrigou as distribuidoras a comprar nos mercados livres, com preços elevadíssimos, e o clima severo, com chuvas de menos. As hidrelétricas amargam níveis críticos, o que leva o governo a explorar cada vez mais as térmicas. A energia encarece — uma conta de R$ 800 para uma casa de classe média deveria vir três vezes maior —, mas o Planalto tenta segurar os preços com essas manobras.

O resultado disso é uma bola de neve. Já se sinalizaram aumentos para o ano que vem. É muito cômodo para Brasília represar reajustes e soltá-los para depois do pleito de outubro. Uma gambiarra eleitoreira pode não ser justa com os brasileiros e periga se transformar numa quimera incontrolável ano que vem, com impactos sinistros na inflação e na economia como um todo.

Fim


(Fonte: http://odia.ig.com.br/noticia/opiniao/2014-03-14/editorial-a-perigosa-conta-da-luz-pode-explodir.html, com modificações nossas para fins didáticos)

Voltar ao Índice

Redação dissertativa N/S-1092: Tema: conta da luz.Tópicos: geração de eletricidade, termelétricas brasileiras, redação pronta sobre inflação, crise no setor energético, o brasileiro, redação pronta sobre economia, vestibular UFG, tema para redação, renúncia de impostos, redação sobre custo da energia elétrica, apagões, leilão de energia, redação sobre apagão, hidrelétricas brasileiras, gambiarra eleitoreira, redação pronta sobre economia brasileira.

Qualquer texto, publicado nesta seção, visa a, tão-somente, servir de modelo de redação dissertativa para alunos, pessoas que se preparam a um vestibular ou concurso, ou mesmo para aquelas cujo objetivo é o seu deleite e aprendizagem da arte de redigir. Portanto, os temas não se evidenciam pela cronologia, mas sim como paradigmas de exposição de ideias e opiniões. Assim, uma redação dissertativa, que se refere a um assunto desatualizado, pode ser um excelente exemplo para se redigir sobre o respectivo tema mesmo em outra época.