Mundo Texto




PATRIMÔNIO DESCONGELADO

Redação dissertativa pronta sobre: Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), núcleo urbano, mobilidade urbana, consórcio do BRT, transporte coletivo.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) está com a difícil incumbência de encontrar uma alternativa para preservar a Avenida Goiás como parte do núcleo urbano pioneiro de Goiânia e permitir a construção da nova pista do BRT para resolver o grave problema de mobilidade urbana da capital.

Conforme reportagem publicada hoje por este jornal, o Iphan vetou o projeto urbanístico original do BRT, apresentado pelo consórcio responsável por sua construção, porque ele não atendia às exigências do tombamento da avenida. Os construtores de Goiânia criaram um núcleo urbano com três vias, as Avenidas Goiás, Araguaia e Tocantins, convergindo para um ponto central, a Praça Cívica.

O tombamento da avenida visa assegurar a manutenção desse bem cultural como representante da ocupação do Centro-Oeste brasileiro, na década de 30. Só que com o crescimento da cidade, muito além do previsto há mais de 80 anos, os goianienses sofrem grande dificuldade com o transporte coletivo.

Assim, a avaliação que o Iphan fará a partir de hoje, quando receberá a nova versão do projeto do consórcio do BRT, tem a importante missão de “descongelar”, para usar uma expressão de seus técnicos, o tombamento da avenida sem prejuízos à preservação da memória urbanística da capital.


Créditos: http://www.opopular.com.br